Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Seg | 27.08.18

A planta Pau d´arco ou Ipê Roxo

Medicinas Alternativas

Nome científico: Tabebuia impetiginosa 

De qplantaeessa.

 

Família: Bignoniaceae. 

 

Sinônimo botânico: 

Bignonia serratifolia, Gelseminum avellanedae, Handroanthus avellanedae, Handroanthus impetiginosus (Mart. ex DC.) Mattos, Handroanthus impetiginosus var. lepidotus. 

 

Outros nomes populares: 

cabroe, ipê, ipê-de-flor-roxa, ipê-mirim, ipê-preto, ipê-tabaco, ipê-uva-roxa, ipeúva-roxa, pau-d'arco-roxo, peúva, peúva-roxa. 

 

Constituintes químicos: 

ácido tânico, ácido lapáchico, antraquinonas, carboidratos, desoxilapachol, flavonóides, fibras, gorduras, lapachol, naftoquinonas, proteínas, sais minerais, sais alcalinos, saponinas, vitaminas. 

 

Propriedades medicinais: 

adstringente, analgésico, antiblenorrágica, anti-microbiana (gram +), anti-inflamatória, anti-infecciosa, anti-tumoral, anti-nevrálgica, anti-sifilítica, anti-bactericida, anti-fungo, depurativa, diurético. 

 

Indicações: 

alergia, anemia, diabete, diarréia, câncer, candidiasis, catarro da uretra, colite, coceira, ovário, estimulante do sistema imunológico (prevenção de leucemia, diabete, câncer), feridas, fígado, fungo, garganta, inflamacão artrítica, leucemia, lupus, mal de Parkson, malária, osteomielite, problemas respiratórios, psoríase, queimaduras, úlcera, útero. 

 

Parte utilizada: casca, folhas. 

 

Contra-indicações/cuidados: gravidez, período de lactação. 
Altas doses causam náuseas, vômitos, diarréia, efeito anticoagulativo do sangue; abortivo; não foi evidenciada toxicidez hepática ou renal. 

 

Modo de usar: decocção a 3%. Ferver 5 min. e deixar mais 15 minutos. Beber até 3 vezes por dia. 

 

As propriedades de uma planta eficaz ao debelar as anemias 

Trata-se de uma planta muito utilizada pela Naturopatia em Portugal, está disseminada por todos os países latinos da América do Sul e Central, nos quais é denominada lapacho. É já uma planta cada vez mais encontrada em África.

A utilização nas leucemias e outros cancros remonta a tratamentos realizados por médicos e naturopatas brasileiros na década de 60, no seguimento da sua ampla utilização por várias tribos de índios da Amazónia brasileira e peruana.

Vários estudos têm confirmado a acção do lapachol do pau d’arco como anti-cancerígeno. Na leucemia, reduz a acção da telomerase, aumentando a morte das células cancerígenas, segundo uma investigação. No cancro da mama, inibe os receptores dos estrogénios,) e no cancro do fígado, inibe o seu crescimento e metastização.

No que toca ao cancro da bexiga, inibe o crescimento e aumenta a apoptose . No cancro da próstata, inibe a inflamação e reduz também a acção da telomerase e nos cancros do pulmão  e cólon aumenta também a apoptose das células cancerígenas.

 

Princípios activos 

Derivados naftoquinónicos, com destaque para o lapachol com propriedades anti-tumorais, pró-apoptóticas (estimula a morte das células cancerígenas), anti-inflamatórias, imunoestimulantes, diuréticas e antivirais. Destaque também para a quinona, que estimula o fígado a produzir protrombina e outras substâncias que participam na coagulação do sangue. Contém ainda flavonóides, especialmente quercetina, com acção antioxidante, anti-inflamatória e anti-alérgica; óleos essenciais com acção antibiótica, e coenzima Q10, um forte regenerador celular. 



Principais propriedades 

É eficaz no combate das anemias. Aumenta a produção de glóbulos vermelhos e da respectiva hemoglobina por um estímulo na medula óssea vermelha. Esta acção também conduz a uma maior produção de glóbulos brancos. É amplamente utilizada em doentes oncológicos a fazerem quimioterapia, de forma a reduzir os efeitos secundários desta terapêutica e, concomitantemente, estimular o sistema imunitário a lutar contra a patologia.

Outras propriedades 

Tem uma acção antibiótica, sendo por isso aconselhado como coadjuvante no tratamento e prevenção de gripesamigdalitesinfecções urinárias e bronquites. Pela sua acção regeneradora dos tecidos e hemostática é muito utilizado na cicatrização de feridas externas ou internas (úlceras de estômago ou duodeno). Também é em candidíaseinfecção por HIV, infecção na próstatamiomas no útero e quistos nos ovários.

 

Administração 

Em tintura: Meia colher de sopa (2 vezes/dia).
Em xarope: 2 a 4 colheres de sopa por dia. 

Em extracto: 1 a 3 colheres de sopa por dia.
Comprimidos: Até 1 g por dia. 
Em tisana: ½ colher de sopa para 1 chávena. 

Precauções
É preferível por precaução, não tomar durante a gravidez, poderá ser abortivo. Algumas pessoas poderão apresentar urticária. Se for o caso, consulte o seu técnico de saúde.


Sumo para a anemia
Faça uma tisana em meio litro de água com duas colheres de sopa de Pau d’arco. Coe e junte uma beterraba, um cacho de uvas vermelhas e o sumo de um limão com sementes. 
Liquidifique e beba um copo, três vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições.

 

Nota: Caros cabo-verdianos comprem só a planta pura ou então extracto puro e nada que contenha além de água e a planta, o resto são químicos que não ajuda nossa saúde.

 

-  O borututu 

Penicilina-vegetal, Terramicina, Doril. Já conhece?

A sálvia, benefícios e propriedades medicinais

Alimentos e chás que facilitam a digestão

Receitas Dr. Max Gerson

Manter a saúde: 11 Ervas e Especiarias

27 antibióticos naturais

A planta Ashwagandha: Para que serve e seus benefícios

Depressão: Limonada de açafrão, efeito melhor do que os antidepressivos

Cravo-da-índia: 11 benefícios

A canela da Índia

Penicilina-vegetal, Terramicina, Doril. Já conhece?

MTC: O pilriteiro / crataegus

O chá verde açoriano combate a demência

Chá verde: Reduz problemas cognitivos e físicos

A tília

Conhece todos os benefícios da maçã?

O chá de poejo

Planta alteia, segundo conceitos ocidentais e orientais

Salada com dente-de-leão (Receita)

A valeriana

Penicilina-vegetal, Terramicina, Doril. Já conhece?

O tomilho

Tamarindo

Diabetes: Plantas e fruta superam a Metmorfina

Como equilibrar as flutuações hormonais e alterações de humor

Já conhece esta planta nigela?

Alfavaca

Mulher: Conhece esta planta medicinal, a Dang Gui?

Planta medicinal: Rhodiola, já conhece?

Cava-cava: Conhece este chá?

Ma(r)cela-do-campo

A malva

Jaborandi

Penicilina-vegetal, Terramicina, Doril. Já conhece?

Hortelã-pimenta

Já conhece a planta Guaco ?

O eucalipto

Alecrim e gengibre: Beneficiam o coração e equilibra o colesterol

O alecrim

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

Erva-doce

 - Erva-cidreira

Cascara-sagrada

Semente psílio: 10 benefícios

Erva-princípe/Capim-limão

A carqueja

A planta medicinal Unha-de-gato: 16 benefícios

Garra-do-diabo: Conhece esta planta e seus benefícios? (Vídeo)

O Cardo Mariano

Os coentros: 18 benefícios para a sua saúde

Boldo-do-chile

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

O Pau D´Arco

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Chá de Hibisco: Mantém saudáveis os níveis de colesterol e hipertensão

A calêndula

A arnica e seus benefícios

O aloé

27 antibióticos naturais

Alfazema

O alho e o colesterol

O alecrim

O alcaçuz: Conhece esta planta medicinal?

O agrião

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Cravo-da-índia: 11 benefícios

A canela da Índia

O loureiro e a sua folha de louro

Cavalinha: Planta antiga multi-versátil; Benefícios

Chá: Folhas de amoreira e seus benefícios

A urtiga tem muitos antioxidantes entre outros benefícios

 - Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Propriedades terapeuticas das folhas de murta

Salsa: 15 benefícios

Propriedades medicinais nas folhas das urtigas

Planta medicinal: A dedaleira

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Erva de S. João/Hipericão/Hypericum perforatum, esta planta incomoda também as farmacêuticas

 

Fontes:

plantamed

zentrum der gesundheit

sapo.cv

Medicinas Alternativas