Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Sab | 17.11.18

A saúde

Medicinas Alternativas
 

Existe muito sofrimento no mundo de hoje. O "padrão de vida" está a subir ou a estagnar,  porém o "padrão de saúde" é o mais baixo de todos os tempos. Visite um hospital qualquer, em qualquer parte do mundo e veja a que "padrões" o Homem chegou.

Calamidades naturais aparte, muito do sofrimento de hoje origina-se no próprio homem.

 

O pobre sofre de doenças da "privação". Isto inclui nutrição deficiente, cegueira, disfunção dos órgãos e doenças causadas pela insalubridade das condições de vida, como disenteria, cólera, tifo, malária e icterícia.

Os ricos, de outro lado, sofrem de doenças da "abastança" ou "excesso". Isto inclui diabetes, reumatismo e artrite, pressão alta, problemas do coração (colesterol), falência renal, asma, osteoporose, depressão, problemas da pele, doença de Parkinson, problemas da próstata, cancro, acidez e úlceras, colites, espondilite, problemas da tiróide, enxaqueca, obesidade e seus problemas associados, esclerose múltipla, hemorróidas, sinusite, septicemia - esta lista não tem mais fim.

 

Havia um sistema, na antiga China, onde uma família só pagava ao médico no final do mês - mas e somente, se ninguém ficasse doente durante o mês. Se alguém ficasse, era dever do médico fazê-lo ficar bom. o médico de MTC-Medicina Tradicional Chinesa NÃO era pago naquele mês. E porquê? Porque não havia feito seu trabalho correctamente. Era trabalho do médico de MTC fazer medicina preventiva - guiar a alimentação da família e seus hábitos de maneira a manter boa saúde física e mental. Em outras palavras, o doutor de MTC tinha um real interesse em que NÃO CAÍSSEMOS DOENTES .

Hoje, nós invertemos o processo. Nós vamos ao médico e PAGAMOS a ele quando estamos DOENTES . Vamos ser honestos - a profissão médica não é responsável por isto - NÓS somos, e somente NÓS podemos mudar isto.

 

Quando as palavras "programas de saúde" são usadas, nós estamos programados para pensar em vacinas, inoculações, check-ups, testes, biópsias, exames da próstata, urina, sangue, ultra-som, etc. - de facto, a lista é infinita e quanto mais nos custa fazer estes testes, mais ficamos contentes por tanto estar sendo feito pela nossa "saúde"/doença! Não obstante tudo isto, as pessoas e as nações estão mais doentes, a cada dia que passa.

Enquanto todos os governos do planeta têm ministros da "saúde", serviços de "saúde", seguro "saúde" - a saúde é bastante manifesta pela sua ausência! O que temos, de facto, são ministros da "doença", serviço da "doença", seguro da "doença", Serviço Nacional de "Doença", Centros de "Doença" e assim por diante. Centenas de milhões de euros são gastos em "cuidados da saúde", anualmente, mais ostensivamente por países que estão na "vanguarda" da tecnologia médica. Ainda - a má doença, não a saúde, é a ordem do dia.

Porquê isto?

Porque, queridos irmãos e irmãs, saúde não pode ser comprada na farmácia. Ela não custa dinheiro - somente exige uma busca pelo bem-estar que não se deixe vencer. O caminho de coexistência harmoniosa e pacífica com a Mãe Natureza e todos as suas criaturas é a única via para o bem-estar.

Não é irónico? Nós primeiro gastamos dinheiro para adquirir uma doença ruim (através de uma indiscriminada indulgência) e, então, nós gastamos mais dinheiro e vastas quantias de recursos nacionais e pessoais a tentar ganhar novamente a nossa saúde.

Perceba que, nós estamos indo a médicos e hospitais e continuamos a atirar fora nosso dinheiro em alimentos convencionais errados e estilo de vida indulgente e indolente, o que só engorda nossa desgraça!

A escolha é SUA!

Texto adaptado de Bhagauan Sri Sathia Sai Baba

 

 

 

  • "Os vegetais constituem alimentação suficiente para o estômago e, no entanto, recheamo-lo de vidas valiosas".
  • "O Homem não morre, mata-se."
  • "Cada um se lança à vida, sofrendo da ânsia do futuro e do tédio do presente."
  • "A vida, se souberes viver, é longa."
  • "Devem ser evitados os tristes de que tudo se queixam."  De Lucius Annaeus Seneca que nasceu há mais de 2000 anos