Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Dom | 18.11.18

A semente chia

Medicinas Alternativas
 

As sementes de chia são um dos alimentos mais importantes, funcionais e nutritivos do mundo, por serem uma importante fonte de fibras, conterem antioxidantes e minerais e por ser a fonte vegetal conhecida mais rica em em ácidos gordos ómega 3. São originárias da planta Salvia hispanica, da Colômbia, da Guatemala e do sul do México. As sementes podem ser brancas, cinzentas, castanhas ou pretas. A variedade de sementes brancas é designada por Salba. Antes da chegada dos europeus do séc. XV, as sementes de chia faziam parte da alimentação dos aztecas e dos maias e eram imprescindíveis para eles, pois estas sementes representavam o alimento principal dos guerreiros aztecas, já que apenas aprox. 2 colheres de sopa de chia era o suficiente para um guerreiro marchar durante 24 h. Portanto, esta semente dá força e resistência física. 

Estas sementes eram também utilizadas como moeda de troca e os impostos eram pagos pelos aztecas precisamente com chia. 

A semente chia pertence, exactamente como o psílio e a linhaça, às sementes mucilaginosas. Estas sementes são de facto ricas em mucopolis-sacarídeos e constituem uma excelente fonte de fibras alimentares solúveis e insolúveis. São os mucopolissacarídeos solúveis que formam um gel mucoso incolor à superfície das sementes, quando entram em contacto com a água. Quando se mete um punhado de sementes de chia num copo de água, constata-se que após alguns minutos o copo está cheio com um tipo de gel pectinoso. Estas mucilagens são benéficas para os intestinos. Em primeiro lugar podem fixar até 12 vezes o seu peso em água, o que faz que melhorem a qualidade e a consistência das fezes em caso de diarreia. Além disso estes mucopolissacarídeos constituem também uma camada de mucilagem na parede intestinal de tal modo que as bactérias patogénicas são travadas nos seus efeitos danificadores e que as mucosas do intestino possam recuperar mais depressa.

 

Principais componentes da semente de chia são:

 

Ómega 3

– A semente da chia é uma das mais ricas fontes conhecidas, tanto animal quanto vegetal. Possui teor muito maior do que o encontrado na linhaça e no salmão.

Boro

– Promove a melhor absorção do cálcio pelo organismo e dessa forma fortalece os ossos.

Cálcio

– Até seis vezes a concentração do mineral encontrada no leite de vaca. Foi recentemente descoberto, que ele também ajuda a queimar gordura no organismo.

Magnésio

– Possui duas vezes mais do que em castanhas e nozes. Mais quinze vezes magnésio do que os brócolos.

Manganês e fósforo

– Três vezes mais do que no espinafre.

Proteínas

– É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o homem precisa.

Fibras

– A alta concentração de fibras alimentares faz da chia um aliado do emagrecimento e na boa digestão. São também extremamente ricas em vitaminas e minerais, sendo uma das fontes vegetais mais ricas que se tem conhecimento até hoje.

Antioxidantes

– A presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, os ácidos cafeico e clorogénico presentes provêm à chia três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.

 

Análise nutricional (100 gr.):

Carboidratos: 44g;

Energia: 2471 KJ / 595 Kcal;
Proteínas: 16g;
Lípidos: 31g.


A semente de chia, quando utilizada de maneira integral, pode ser utilizada na cozinha de diversas maneiras. Ela é capaz de agir quase como emulsificante, deixa os líquidos com consistência de gel e dá consistência às massas.

 

A semente chia tem o poder de absorver 12x o próprio peso em água.

Receitas que podem incluir a semente de chia:

- Os cremes, mousses, pudins, pães, patés, quiches, tortas, risotos, saladas de frutas, sumos e batidos cremosos de vitaminas.

 

Sugestão de utilização:

- Pode espalhar as sementes inteiras ou moídas em batidos cremosos, cereais, muesli, saladas, sumos, pão, etc.  Também pode usá-las como bebida fresca, colocando 2 colheres de chá de sementes de chia em 250 ml de água, mexendo e deixando repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso. Como as sementes conseguem absorver várias vezes o seu peso de água formando uma espécie de gelatina e são óptimas como substituto de ovo.

 

Obs.:

Esta semente contém também potássio.

As sementes de chia não contêm glúten.

 

Temas relacionados:

Sem glúten: Já conhece o grão etíope/miudinho/eragrostis e seus benefícios?

Neem: 21 benefícios para a saúde

A obstipação/prisão de ventre

Bebida rejuvélac: Probiótico natural

27 alimentos mais alcalinos: Para proteger a sua saúde da larga maioria das doenças, incluindo cancro

Tremoço: Sabia que...

O óleo de coco, 10 benefícios

Alimentação rica em fibra diminui risco de cancro da mama

Proteínas vegetais de qualidade

-  Batido cremoso de sementes de cânhamo, chia, goji

O óleo de coco, 10 benefícios

Comida rápida e saudável