Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Qua | 07.11.18

Ciência, pseudo-ciência, magia negra?

Medicinas Alternativas
 

Cientistas misturam homem e porco e criam animal ″híbrido″

Imagem:netdia.

 

Fotos: awebic.


Cientistas criaram embriões de um animal quimera, que tem genes de humanos(!) e porcos, numa investigação que pretende fazer crescer órgãos humanos(!) em animais para serem usados em transplantes.

A criação desta quimera - uma referência aos monstros da Grécia Antiga que eram a mistura de dois ou mais animais - é tida pela "comunidade científica" como um "grande passo" na produção de órgãos "humanos"(!), "saudáveis" e "compatíveis" com os pacientes.

"O principal objectivo é criar tecidos ou órgãos funcionais e que possam ser transplantados, mas ainda estamos longe disso. É um importante primeiro passo", disse Juan Carlos Izpisua Belmonte, investigador do Instituto Salt para Estudos Biológicos, na Califórnia. Estes órgãos poderiam ser usados ainda para testar drogas e outras coisas em "segurança".

Para isso, os cientistas colocaram células estaminais de humanos em embriões de porcos. Daí resultaram dois mil "híbridos" (no sentido mais lato da palavra), que foram implantados nos suínos. Desenvolveram-se mais de 150 embriões que eram maioritariamente porco e tinham cerca de 10 mil células humanas, segundo um artigo na revista científica Cell.


Um dos desafios da investigação foi calcular o tempo, pois a gravidez dos porcos demora apenas 112 dias, em comparação aos nove meses necessários na gravidez humana para o desenvolvimento dos embriões.

Ainda assim, Belmonte revelou que os embriões foram retirados ao 28º dia, na altura do fim do primeiro trimestre de gravidez. "Isto foi o suficiente para tentarmos perceber como as células humanas e suínas se misturam no princípio sem levantarmos questões éticas sobre animais quiméricos adultos", explicou o investigador, segundo o Guardian.

Este estudo reacendeu as discussões éticas e os receios sobre os animais híbridos, com várias pessoas a questionarem se estas quimeras terão aparência humana ou se terão as capacidades intelectuais dos homens. Alguns apontam ainda o risco de surgirem animais inteligentes que consigam escapar dos laboratórios.

Belmonte afirma que estas questões são motivadas por mitos e defende que todas as experiências são realizadas em locais meticulosamente controlados.

A equipa espera no futuro conseguir desactivar certos genes dos porcos para conseguir órgãos com tecido celular totalmente "humano"(!). Desta forma, os cientistas poderiam também fazer o contrário e, por exemplo, garantir que o cérebro da quimera não tem células humanas.

 

 Nota bene:

Fala-se muito em segurança na dita ciência porém inúmeros casos historiais indicam que a segurança é muito relativa e uma utopia, tanto no passado como no presente e arriscamos a dizer o mesmo quanto ao futuro.
No passado o planeta Terra teve várias civilizações, algumas delas, - tudo assim indica - que eram mais evoluídas e tão ou mais avançadas tecnológicamente que a actual civilização. Todas elas desapareceram devido a tecnologias que não eram harmoniosas neste Universo. 

O ser humano tem tido ao longo de séculos a natureza ao seu serviço, incluindo a cura das doenças. No entanto, só nos últimos 100 anos apareceram imensas novas doenças e algumas delas nem existiam sequer há 20 anos. Temos o caso do cancro/câncer que tem vindo a ascender de forma alarmante, havendo prognósticos de entidades ligadas à saúde que apontam que no futuro a médio prazo (25 anos), quase metade da sociedade ocidental irá morrer de algum tipo de doença cancerígena. É bom recordar que há 100 anos, morriam desta doença 0,05%. 

Algo vai mal nesta sociedade que se julga sofisticada e que a ciência-médica pode fazer o papel de Deus!

 

Caros leitores, estão convidados, se assim o pretenderem, deixar a vossa opinião sobre o assunto, no espaço reservado aos comentários.

 

Temas relacionados:

Carne de porco: A carne mais doentia

Ovelha de laboratório e que era luminosa à noite foi parar por "lapso" ao circuito comercial da carne

Para onde caminha a ciência e a medicina no ocidente?

Portugal e a UE: Saúde, envelhecimento, natalidade e sobrevivência

Reflexão: O mau exemplo da moda medicinal de Angelina Jolie

Ciência/medicina/farmacêuticas: Não conseguem provar e andam a enganar-nos (vídeos)

Ciência não faz ideia: Paciente morto com actividade cerebral

Cirurgia: As consequências da remoção de partes do organismo humano

Indústria farmacêutica: A grande aposta na doença dos doentes

Fiasco dos fármacos devido às diferenças entre as cobaias e os humanos

Amish: Extremamente raro adoecerem de autismo, alergias, cancro e doenças cardíacas

Ignorância: A ciência desconhece 99% dos micróbios em nosso corpo

Estudos farmacêuticos segundo o editor The Lancet: Metade são falsos, manipulados ou não confiáveis

O ocidente depressivo e com distúrbios mentais

As doenças e a espiritualidade

Alimentos correspondentes aos órgãos humanos

Quem é quem na medicina?

Reflexão do mês sobre a saúde

Reflexão da semana sobre a saúde

Reflexão do mês sobre a saúde

Reflexão de fim de semana

 

Fontes:

DN

Cell

https://as-medicinas-alternativas.blogs.sapo.pt/reflexao-ciencia-pseudo-ciencia-magia-363702

 

 
Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina
 

26 comentários

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:03

É brutal e sem dúvida alguma bruxaria da atual ciência da treta. Temos de acabar com ela antes que ela dê cabo de toda a humanidade.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:44

Pela certa essa ciência anda de mãos dadas com a magia negra. É pra duvidar mesmo da capacidade cognitiva desses pseudocientistas.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 10:21

O que é que esperavam mesmo da ciência, medicina, política, OMS e mais uns quejandos se é tudo isto corrupto até à medula?
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 19:05

ciência diabólica.
 

De Anónimo a 14.10.2018 às 11:09

a ciencia de hoje não presta so faz coisa que polui que mata que destroi a natureza.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:04

Afirmativamente Pseudociência.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:06

Parabéns pelo artigo e pela excelente questão colocada que jamais vi os mídia se questionarem a atual ciência no fim não passa de magia negra.

Duarte Francio
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:08

magia negra.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:11

Que horror se isso é ciência vou ali e já volto pois esses pseudo cientistas confundem humanos com animais.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:35

Isso não é ciência isso é obra de satânicos..
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 07:49

OLHO PRO FUTURO E E É ASSUSTADOR VER QUE OS CIENTISTAS LEVAM ESTE MUNDO PARA A DESGRAÇA.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:16

Nitidamente magia negra esses transplantes e inventada por magos negros que mais poderia ser.?
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:41

Magia negra sem qualquer dúvida. Hitler e seus nazis ficariam muito orgulhosos desses cientistas e ciência nazi.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:53

Bem visto.A ciência anda ao serviço do mal e não do bem e foi essa mesma ciência que inventou a bomba atómica que depois foi despejada sobre civis. Certo?
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:52

magia negra pseudo ciência da treta que quer fazer do homem um porco ou uma ratazana. deviam era cortar todos os subsidios a essa corja de pseudo cientistas.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:56

Isso jamais será ciência isso é obra de satânicos pretendendo transformar o divino Homem num animal ou besta.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 08:59

quando vi a foto lembrei logo do que vem aparecendo em locais ianques de aberrações de animais com mãos ou focinho humano. 

esses cientistas não param enquanto não provocarem uma catastrofe.
 

De Anónimo a 26.08.2018 às 09:03

Nossa que aberração essa ciência de bruxaria