O novo regulamento foi anunciado na quinta-feira, logo após uma "importante directriz" do Presidente chinês, Xi Jinping, que apelou à protecção da visão das crianças.

As autoridades limitarão o número de videojogos na Internet/ciberrede, mas também o lançamento de novos produtos no mercado, segundo o comunicado do ministério da Educação.

Outras medidas poderão incluir limitar o número de horas que as crianças passam a jogar, lê-se na mesma nota, co-assinada por outras sete administrações do país.

Os estudantes chineses sofrem de uma alta taxa de miopia, que é cada vez mais precoce, alertou Xi Jinping, citado pela agência noticiosa oficial Xinhua.

 

Impacto negativo na saúde física e mental

Este distúrbio ocular tem um impacto negativo significativo na saúde física e mental das crianças e representa um grande problema para o futuro da nação, acrescentou.