Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Ter | 18.09.18

Diabetes: O que deve evitar e 3 remédios caseiros eficazes

Medicinas Alternativas

Isto reduz rapidamente o açúcar no sangue e melhora bastante a diabetes!

Se está acima do peso, alimenta-se mal e tem sintomas como depressão e queda da imunidade, atenção! Você pode ser mais um entre os milhões de diabéticos do mundo.

Imagem:diabetesfoods.

 

O diabetes é uma ameaça que não pára de crescer. Já são quase 400 milhões de pessoas com a doença no mundo, mais de 5% da população mundial.

E a principal causa é a desadequada alimentação.

Assim, eliminando ou diminuindo bastante o consumo de refrigerantes e de alimentos que contêm açúcar/adoçante ou farinha refinada de trigo, as probabilidades de desenvolver diabetes cairão drásticamente.

Fora o cuidado com a alimentação, essencial, existem óptimas receitas naturais para normalizar a taxa de glicose e, por consequência, controlar a diabetes.

Queremos deixar bem claro que não estamos a propor o uso destas receitas naturais, em substituição às drogas farmacêuticas que eventualmente esteja a utilizar.

 
As receitas naturais servem para ajudar, são complementares.

Caso os resultados forem positivos, e quase sempre o são, tanto melhor para o diabético.

 

Alguns sintomas que podem indicar excesso de açúcar no sangue:

- Boca seca

- Cansaço excessivo
- Muita sede

- Pele quente e seca

- Perda de apetite

- Perda de peso repentina

- Sede constante

- Tonturas

- Transpiração com forte odor doce

- Visão baça


Se sentir alguns desses sintomas, procure ajuda profissional imediatamente.

 

Remédios caseiros para controlar a doença diabetes:

1. Chá de folhas de manga
As folhas de manga são muito úteis para o tratamento de diabetes. Elas contêm um anti-oxidante chamado antocianina, que ajuda no tratamento da diabetes. As folhas também ajudam no tratamento da retinopatia diabética.

Além da diabetes, o chá das folhas de manga ajuda a baixar a pressão arterial, pois tem propriedades hipotensores.

Ele também fortalece os vasos sanguíneos e trata varizes.

 

Como fazer este chá:
Ferva 1 L de água, desligue o fogo e coloque o equivalente a 1 colher de sopa (+/-10 g) da folha picada.

Abafe por 10 minutos.

Tome de 2 a 3 chávenas/xícaras por dia.

 

2. Chá de carqueja
Este chá tem a capacidade de queimar o excesso de gordura e normalizar a glicose no sangue.

 

Coloque 1 L de água para ferver.

Depois, adicione 1 colher de sopa cheia de folhas de carqueja picadas (+/-10 g) nessa água a ferver, já com o fogo desligado/apagado.

Espere que arrefeça e coe.

Tome uma chávena/xícara de chá  de 3 a 5 vezes por dia.

 

3. Cravo-da-Índia, um dos melhores remédios para o diabetes 

O Cravo-da-Índia, como foi comprovado em diversos estudos, é uma dessas especiarias que tem uma carga de polifenóis (anti-oxidantes) tão notável que serve praticamente para qualquer coisa nos quais estes possam influir.

E uma destas coisas é a doença diabetes. O consumo de anti-oxidantes tais como as antocianinas, as quercetinas ou os polifenóis podem ser sempre bons para reduzir os níveis de açúcar no sangue. O Cravo-da-Índia tem todos dentro dos seus óleos essenciais. Além disso, como se costuma dizer, qualquer elemento que ajude a baixar a absorção de glicose pode ser bom para emagrecer.

 

Como usar o Cravo-da-Índia para o diabetes:

  • Em infusão. Você pode preparar uma gostosa xícara de chá de cravo, colocando alguns previamente triturados na hora, numa chávena/xícara de água fervendo, com 5 min. de repouso.
  • Nas refeições. Embora não seja uma especiaria que fica bem com qualquer comida, pode usar o Cravo-da-Índia num delicioso curry, para dar sabor a uma comida ou alguma bebida.
  • Em suplementos. Você pode tomar o Cravo-da-Índia, se não é atraído pelo seu sabor ou quer algo mais concentrado para aproveitar suas propriedades, na forma de suplementos alimentares que o contenham, ou então em comprimidos ou extratos que você pode adquirir em algum ervanário.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           Deitar-se tarde pode contribuir muito para a doença diabetes

Uma investigação recente demonstrou que ir dormir tarde poderia duplicar o risco de sofrer de diabetes tipo 2, entre outros problemas como o aumento de peso. Para este estudo, realizado pela Revista Clínica de Endocrinologia e Metabolismo, se resenharam os hábitos de sono de mais de 1600 adultos. 

 

+ E as emoções, como estão elas? Tranquilas e positivas ou o oposto?

As emoções são um factor influente nas doenças e esta não é excepção.

+ E o fígado? Colesterol?

 

Convém lembrar que os diabéticos, principalmente do tipo 2, deve evitar os seguintes alimentos e bebidas:

- Água aromatizada (tem geralmente adoçante ou açúcar)

- Álcool (altera os níveis de açúcar no sangue)

- Alimentos de padaria (bolos, pasteis, biscoitos e tudo que levar farinhas refinadas)

- Arroz branco, pão e farinha (substituir por aveia, quinoa)

- Barra/Barrinha de cereal (a larga maioria ainda não são para diabéticos)

- Batata frita de pacote ( quase todas têm adoçantes ou açúcar, além de não ser saudáveis)

- Bebidas gaseificadas (a larga maioria tem quantidades industriais de adoçantes ou açúcar)

- Café cappuccino (leva leite e açúcar, nada benéfico para diabéticos)

- Carnes

- Cereais de manhã (a maioria estão carregados de açúcar refinado e adoçantes)

- Doces (açúcar a evitar a todo o custo)

- Frituras devem ser deixadas de lado
- Frutos secos (concentração de açúcar elevada)

- Gordura láctea (leite não é boa opção por aumentar a resistência à insulina)

- Hambúrguer (nada benéfico devido ao processamento industrial e conter farinha refinada)

- Pizza congelada ou não (nada aconselhado a diabéticos por ter farinha refinada e por vezes ainda açúcar adicionado)

- Sucos/Sucos (devido à frutose)

 

Prefira:

+ Amêndoa com casca

+ Aveia

+ Batata doce

+ Canela (ajuda na digestão mas não abuse)

+ Grãos integrais (chia, quinoa, linhaça)
+ Legumes e verduras

+ Leguminosas (feijão, feijão preto, a lentilha e o grão-de-bico)

+ Maçã

 

 

Atenção: precisará fazer um controlo rigoroso dos níveis de glicemia durante o tratamento, pois pode ocorrer uma baixa muito significativa de glicose.

Ou seja, o chá vai baixar a sua glicose, mas tem que ficar monitorizando, para não baixar muito.

 

Temas relacionados:

Insecticidas imitam melatonina: Risco de diabetes e insónia

Diabetes: Plantas e fruta superam a Metmorfina

O que é a ansiedade? Sintomas, causas e como tratar

Ingredientes tóxicos nas vacinas de crianças

A carqueja

Cravo-da-índia: 11 benefícios

Amêndoas: 11 benefícios

Substância no azeite e azeitonas previne diabetes

Conhece o gergelim?

Conhece todos os benefícios da maçã?

Planta medicinal: Pata-de-vaca

Canábis: O óleo CBD e seus benefícios na saúde

Stevia: Já conhece e usa?

Beterraba fermentada: Benefícios para a saúde

Fruta fresca: Ajuda nos diabetes e nas complicações vasculares

Conhece os diversos benefícios da Moringa?

Já conhece esta planta nigela?

Lichia: Tantos benefícios (33) para a saúde

Banana: 19 benefícios

Intestino: Outro cérebro e a enorme relevância do seu óptimo funcionamento

Planta alteia, segundo conceitos ocidentais e orientais

Kimchi: Alimento natural e seus vários benefícios

Dormir: Mais importante do que a dieta e exercício físico para ter boa saúde

Sementes de abóbora e os benefícios

 

Fonte:

Cura pelas Plantas

Naturopatia

As Medicinas Alternativas