Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Qui | 27.09.18

O açafrão ajuda na doença de Alzheimer

Medicinas Alternativas

O Açafrão-da-índia/cúrcuma é um super-alimento, como muita gente já sabe. Este produto alimentício fermentado, também ganha o poder dos probióticos. Um estudo coreano mostrou que o açafrão-da-índia/cúrcuma fermentado pode prevenir a perda de memória que decorre do estresse oxidativo e da inflamação das células cerebrais-chave.

Imagem: india.

 

A doença de Alzheimer é apenas uma das muitas doenças neuro-degenerativas que apanham cada vez mais gente. Ela afecta o cérebro de várias maneiras, uma das quais é a perda de memória.

O hipocampo e o córtex são as partes do cérebro que lidam com a aprendizagem e a memória. Eles são compostos principalmente de células gliais que suportam e protegem as células cerebrais.

Os radicais livres podem activar com força as células da glia e causar inflamação no cérebro. Isso leva à morte das células neuronais e à perda correspondente de capacidades, como a capacidade de reter memórias ao longo do tempo.

Os problemas de memória podem ser atenuados pelo aumento dos níveis de acetilcolina no cérebro. Para aumentar este neurotransmissor, a quantidade de acetilcolinesterase que metaboliza a acetilcolina deve ser reduzida.

 

Portanto, a equipe/equipa de pesquisa da Universidade Keimiung (KMU) analisou a possibilidade de usar o açafrão-da-índia (Curcuma longa L.) para proteger o cérebro contra o estresse oxidativo e a inflamação. A cúrcuma contém curcuminoides como a curcumina, um composto antioxidante e anti-inflamatório bem conhecido que protege os neurônios dos danos.

 

Açafrão/cúrcuma fermentado é testado para ver se ele pode proteger as células do cérebro de oxidantes

Os pesquisadores usaram uma levedura Lactobacillus plantarum K154 para criar um açafrão/cúrcuma fermentado em pó. Administraram a cúrcuma fermentada a ratos ICR machos.

Em seguida, injectaram escopolamina indutora de amnésia em ratos que receberam cúrcuma fermentada e a ratos desprotegidos. Eles colocaram ambos os grupos de animais pelo teste de evasão passiva e um teste de labirinto aquático de Morris para avaliar as memórias dos ratos.

Os ensaios MTT determinaram como as células C6 de glioma de rato protegidos com açafrão/cúrcuma bem fermentado. Para descobrir os efeitos anti-inflamatórios relacionados, os pesquisadores mediram as quantidades de óxido nítrico e prostaglandina E2 produzida em células murinas BV2 que foram estimuladas por lipopolissacarídeo.

Eles também analisaram os níveis de expressão da sintase do óxido nítrico induzível e cicloxigenase-2.

As células dos cérebros dos ratos foram examinadas para determinar como o açafrão/cúrcuma fermentado afectou seu déficit de memória induzido por escopolamina. Os pesquisadores mediram a quantidade de acetilcolinesterase, bem como a expressão da proteína de ligação ao elemento de resposta do AMPc (CREB) e do factor neurotrófico derivado do cérebro (BDNF).

Finalmente, eles também analisaram o conteúdo dos curcuminoides presentes na cúrcuma fermentada.

 

Super-alimento (açafrão-da-índia) fermentado interrompe a morte das células cerebrais e estimula os neurotransmissores

Os pesquisadores da KMU descobriram que o açafrão/cúrcuma fermentado  protegia os ratos dos efeitos da escopolamina. Ela evitou o estresse oxidativo que teria danificado ou destruído as células cerebrais.

Além disso, o super-alimento fermentado protegeu as células cerebrais do lipopolissacarídeo. O açafrão interrompeu a expressão da sintase do óxido nítrico induzível e da cicloxigenase-2, o que resultou em níveis muito mais baixos de oxidantes associados.

O açafrão fermentado também reduziu os efeitos de escopolamina na memória dos ratos por uma margem significativa. Ele fez isso inibindo os níveis de acetilcolinesterase, aumentando assim a quantidade de acetilcolina que permite a comunicação efectiva entre as células cerebrais.

Finalmente, o açafrão fermentado elevou os níveis de proteína de ligação elementar (CREB) de resposta ao cAMP e factor neurotrófico derivado do cérebro (BDNF). Níveis mais altos de CREB significam mais BDNF, o que ajuda a formar memórias de longo prazo.

Cerca de 1,44% do açafrão/cúrcuma fermentado era composto por curcuminoides. Embora menor do que a encontrada no açafrão fresco, essa quantidade de curcumina e compostos relacionados foi suficiente para alcançar efeitos positivos.

Além disso, os pesquisadores observaram que o açafrão fermentado é muito mais facilmente dissolvido na água. A curcumina também é muito mais estável quando está no ácido láctico que acompanha a fermentação. Finalmente, o alimento fermentado pode ser difundido com bactérias benéficas.

Eles concluíram que o açafrão fermentado poderia servir como uma possível terapia para pacientes aflitos com problemas de aprendizado e memória, como a doença de Alzheimer.

 

Temas relacionados:

Alzheimer: A grande mentira

Antibióticos danificam o cérebro

Falhas na memória exigem investigação

A sua memória está pior?

Alzheimer: Como um doente se curou

10 sintomas que podem indicar a doença de Alzheimer na fase inicial

Tomar fármacos para dormir duplica risco de Alzheimer

Alzheimer: A causa é uma infecção por um fungo?

Quimioterapia: Prejudica a memória, a concentração e a função cerebral e também mata

Doença de Parkinson começa no intestino e não no cérebro

Síndroma de Pôr do Sol: Influencia comportamento de pessoas com Alzheimer

10 superalimentos

Os melhores alimentos para aumentar a inteligência

O cérebro e as 12 medidas anti-envelhecimento

Fígado e os 11 alimentos que o ajudam

Depressão: Limonada de açafrão, efeito melhor do que os antidepressivos

Leite dourado: O leite saboroso e saudável

Manter a saúde: 11 Ervas e Especiarias

Tem dores?

Alimentos: O enorme poder da natureza

Arroz integral: Ajuda na disfunção cognitiva como Alzheimer

O chá verde açoriano combate a demência

Canábis: O óleo CBD e seus benefícios na saúde

Beterraba fermentada: Benefícios para a saúde

Anti-envelhecimento: Já toma estes super-alimentos?

Kimchi: Alimento natural e seus vários benefícios

Intestino: Outro cérebro e a enorme relevância do seu óptimo funcionamento

Kimchi: Alimento natural e seus vários benefícios

Bebida rejuvélac: Probiótico natural

Estes alimentos apoiam positivamente os seus intestinos

Combucha: o que é, para que serve e como preparar

Beterraba: Atrasa Alzheimer

A beterraba; Benefícios e receita

Descontraia: Controle o estresse antes de ser controlado por ele

Saúde mental: A importância das vitaminas naturais

Receita: 8 motivos para beber sumo de gengibre de manhã

Oligoelemento selénio: Protege os neurónios cerebrais da depressão e morte cerebral

Vitamina E: Benefícios e doenças causadas por deficiência

Melhorar a memória: Canela, mel e óleo de coco

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

 

Fontes:

Condimentos e a saúde
Notícias Naturais

As Medicinas Alternativas