Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Seg | 08.10.18

O consumo "light" aumenta o risco de diabetes

Medicinas Alternativas

A maioria das pessoas que recorrem a estas bebidas, provavelmente sabe que esta não é a escolha mais saudável, mas pensam erroneamente que são capazes de manter seu peso sob controlo. Estudos científicos mostram que afinal não é isso que acontece.

Foto:infovec.

 

 
Por exemplo, num estudo publicado recentemente no Journal of the American Geriatrics Society observou 749 pessoas durante nove anos em termos de consumo de refrigerantes, refrigerante "light" ou normal.
 
Os participantes que evitaram refrigerantes "light", o perímetro da cintura aumentou durante o período vigente do estudo em média pouco mais de dois centímetros. Para aqueles que bebiam refrigerantes "light" diariamente, aumentou em  média cerca de oito centímetros. O perímetro dos participantes que ocasionalmente bebiam "Light-refrigerantes", cresceu 4,5 centímetros.
 
O risco de diabetes aumenta com o consumo de refrigerantes "light"
 
Mais grave é o resultado de um estudo que foi publicado pela American Diabetes Association e mostrou uma associação entre o consumo diário de refrigerantes "light" e um risco significativamente maior de Síndrome Metabólico de componentes individuais  e diabetes tipo 2.
 
O mesmo estudo mostrou um risco relativo de 67 por cento maior de diabetes tipo 2 em participantes que bebiam refrigerante light  por dia, em comparação com outros que renunciaram a tais refrigerantes. E ele mostrou um aumento em 36 por cento de risco para a Síndrome Metabólico.
 
A Síndrome Metabólico é definida como um conjunto de factores, a saber, pressão arterial alta, açúcar elevado no sangue, colesterol alto e excesso de gordura na barriga que estão presentes em conjunto e aumentam o risco de doença cardiovascular, acidente vascular cerebral e diabetes.
 
Para os adeptos/fãs de refrigerantes light, ainda há mais notícias ruins: Um estudo em França, com 66 000 mulheres,  estudou-as durante 14 anos e mostrou uma forte correlação entre o consumo de bebidas adoçadas artificialmente e o aumento de risco de diabetes.
 
Particularmente preocupante foi o facto de o risco de diabetes nestas mulheres aumentava quando elas  bebiam pelo menos, 0,6 L de refrigerante light por semana, esse risco era duas vezes maior do que em mulheres que evitavam bebidas adoçadas.
 
Um estudo da "MESA" mostrou uma ligação entre o consumo de pelo menos uma vez por dia de refrigerante light  e aumento de cintura, um risco 67 por cento maior de diabetes tipo 2, após sete anos de consumo.
 
E como se isso não bastasse: Num estudo "San Antonio Heart Study", dos examinados que até tinham peso normal mas que bebiam durante uma semana mais de 20 bebidas light e isto ao longo de um período de oito anos, o risco de sobrepeso e obesidade duplicava.
 
Então desengane-se se você espera salvar a sua saúde ao beber um refrigerante light para não "estourar" em calorias das bebidas açúcaradas, o que até é uma intenção louvável, mas fará deste modo um mau negócio. Beber água em vez de refrigerantes vai poupar-lhe um monte de problemas de saúde e de problemas com o peso.

 

Fontes:

Raw Michelle

kopp-verlag

rttnews.com

diabetesjournals.org

mayoclinic.org

diseaseproof.com

mesa-nhlbi.org

nih.gov

As Medicinas Alternativas