Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Qui | 08.11.18

Os cavalos reconhecem as emoções dos humanos

Medicinas Alternativas
 

 

Um novo estudo sugere que os cavalos podem reconhecer o humor das pessoas, se elas elas estão felizes ou com raiva. Basta-lhes apenas um vislumbre do rosto humano.

O estudo confirma, que os cavalos sabem interpretar correctamente as emoções das pessoas. Os cavalos podem, pelo menos, diferenciar as diferentes emoções entre estar feliz e raiva.

 

A frequência cardíaca dos cavalos aumenta perante caras furiosas

O resultado: Os cavalos ao olharem para imagens com caras furiosas, fez com que a frequência cardíaca dos cavalos aumentasse. Além disso, eles viraram as cabeças para observarem as fotos, principalmente com o olho esquerdo.

Isto é típico para uma associação negativa, e de forma semelhante foi confirmado também em cães.

 

A cura através da linguagem dos cavalos 

Andar a cavalo, melhora a postura e fortalece as costas. Também há indicações de que lidar com cavalos poderá ajudar tanto o organismo humano como também a alma, embora ainda exista alguma controvérsia em torno deste tema. 

Assim foi com Monika depois de sofrer um grave acidente, em que vivenciou um longo período de tempo incerto, ninguém sabia se iria conseguir sobreviver. Monika estava em coma.  Felicità por outro lado, a sua égua-terapeuta, conseguiu chegar à paciente. A égua-terapeuta reagia ao menor movimento muscular que a paciente fizesse, movimento que era quase imperceptível ao ser humano. A égua soprava com as suas suaves narinas em certos locais do corpo da paciente ou tocava ritmicamente para obter uma resposta de Monika.

De sessão em sessão de terapia a Monika respondia melhor à "comunicação" da égua-terapeuta Felicità. Uma comunicação sem palavras.

Especialmente quando as pessoas não são capazes de se expressar, o cavalo é um grande mediador. Isso mostra o exemplo da Louise. A menina não falava uma palavra, quando começou a equoterapia. Ela estava prisioneira em em seu próprio mundo. Nada deixava sair, nem tampouco entrar, nem a comida,  ela estava prestes a morrer de fome e tinha que ser alimentada com uma sonda. Quando os cavalos se tornaram seus co-terapeutas, ela voltou a falar. O trabalho terapêutico com o cavalo, visa sempre em simultâneo o corpo e a alma.

Monika, continua confinada a uma cadeira de rodas, mas beneficia fisicamente muito das sessões de terapia com a égua. Os seus movimentos são estimulados e fortalece não só os músculos, mas também o sistema nervoso sai beneficiado.

 

 

Fontes: 

pravda-tv

https://as-medicinas-alternativas.blogs.sapo.pt/os-cavalos-reconhecem-as-emocoes-dos-68426