Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Dom | 25.11.18

Sal dos Himalaias

Medicinas Alternativas
 

O sal, - a maior parte das vezes é sal refinado chamado cloreto de sódio e não o sal marinho - é algo que a maioria de nós usa para temperar nossa comida diariamente. O sal é uma grande fonte que acrescenta sabor e aroma para nossos alimentos. Mas ao mesmo tempo sabemos também que o alto teor de sódio presente no sal pode levar à hipertensão e muitas doenças cardíacas, o que pode danificar lentamente nosso sistema cardiovascular. Este sal é geralmente, altamente refinado. É quase puro cloreto de sódio (97% ou mais), com produtos químicos adicionados, tais como absorventes e agentes anti-aglomeração.

Imagem:souindigo.

 

O sal rosa do Himalaia vem de depósitos de sal de rocha há mais de 250 milhões de anos, em torno da cordilheira do Himalaia, na Ásia e é encontrado principalmente na Índia, Paquistão e Ceilão/Sri Lanka. O sal do Himalaia é um sal 100% saudável e mais puro devido à sua proveniência, uma área intocada no fundo da cordilheira do Himalaia. É também conhecido como o “ouro rosa”. Ele tem sido usado como um alimento valioso desde a antiguidade na dieta humana.

 

Composição do sal do Himalaia

A cor rosa vibrante do sal é um resultado da presença de oligoelementos minerais naturalmente encontrados no sal, os quais são essenciais para a saúde humana. Ele contém 84 preciosos elementos que são encontrados em nosso corpo, fornecendo, assim, todos os minerais necessários e essenciais ao nosso corpo.

Sua estrutura molecular contém sódio, cálcio, magnésio, e ferro, são necessários para o metabolismo celular correcto.

Em ordem alfabética: actinium, alumínio, antimónio, arsénico, astatine, bário, berílio, bismuto, boro, bromo, cádmio, cálcio, carbono, cério, césio, cloro, cromo, cobalto, cobre, disprósio, érbio, európio , flúor, frâncio, gadolínio, gálio, germânio, ouro, háfnio, hólmio, hidrogénio, indio, iodo, o irídio, o ferro, o lantânio, o chumbo, o lítio, lutécio, magnésio, manganês, mercúrio, molibdénio, neodímio, neptúnio, níquel, nióbio , de azoto, o ósmio, o oxigénio, o paládio, o fósforo, platina, plutónio, polónio, potássio, praseodímio, protactínio, rádio, rénio, ródio, rubídio, ruténio, samário, escândio, selénio, silício, prata, sódio, estrôncio, enxofre, tântalo , telúrio, térbio, tálio, tório, túlio, estanho, titânio, urânio, vanádio, volfrâmio, ítrio, itérbio, zinco e zircónio.

 

Usos medicinais e benefícios para a saúde do sal do Himalaia:


- O sal do Himalaia equilibra os níveis de açúcar no sangue.

- Ajuda a tiróide e função adrenal.

- Melhora na qualidade do sono.

- Aumenta a beleza da pele.

- Desintoxica o corpo, equilibrando o pH sistémico.

- Ele ajuda a prevenir a gota e artrite gotosa.

- Ele estabiliza os batimentos cardíacos irregulares e ansiedade.

- Ele é óptimo para prevenir cãibras musculares.

- Ajuda a equilibrar a pressão arterial porque fornece um sal rico em minerais não refinado em uma solução iónica

- O sal do Himalaia ajuda a limpar o muco e catarro nos pulmões, particularmente na asma e fibrose quística/cística.

- O sal rosa do Himalaia ajuda rim a passar o excesso de acidez na urina.

- O sal do Himalaia é uma grande fonte para todos os minerais essenciais e cada mineral essencial necessário para a saúde humana.

- O sal do Himalaia regula a pressão arterial, se for tomado com moderação com água.

- Impede o excesso de produção de saliva.

- Aumentar o desempenho da libido.

- É um óptimo sal anti-envelhecimento.

- Produz energia hidroeléctrica nas células do seu corpo.

- Restaura o equilíbrio alcalino e electrólitos do corpo.

 

Temas relacionados:

-  ”Os segredos de saúde dos Hunzas”

Sal caseiro: Faça você mesmo

Partículas de plástico no sal

 

Fontes:

Naturopatia

Notícias Naturais

https://as-medicinas-alternativas.blogs.sapo.pt/sal-rosa-dos-himalaias-o-mais-puro-e-169129