Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

As Medicinas Tradicionais

Saúde; Medicinas Alternativas; Medicinas Naturais

Qui | 08.11.18

Síndrome de Guillain-Barré

Medicinas Alternativas
 

 

 

 

O Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso. O que é cada vez mais frequente na "civilização" actual. Isso leva à inflamação dos nervos que acaba por provocar fraqueza muscular.

 

 

 

 

Causas

Como costuma acontecer com doenças autoimunes, a causa exata da Síndrome de Guillain-Barré ainda é desconhecida. Geralmente, a doença aparece alguns dias ou semanas após uma infecção do trato respiratório e digestivo. Raramente, cirurgia recente ou vacinação pode desencadear a síndrome de Guillain-Barré.

Na síndrome de Guillain-Barré, o sistema imunológico de uma pessoa, que é responsável pela defesa do corpo contra organismos invasores, começa a atacar os próprios nervos, danificando-os gravemente.

O dano nervoso provocado pela doença provoca formigamento, fraqueza muscular e até mesmo paralisia. A síndrome de Guillain-Barré costuma afetar mais frequentemente o revestimento do nervo (chamado de bainha de mielina). Essa lesão é chamada de desmielinização e faz com que os sinais nervosos se propaguem mais lentamente. O dano a outras partes do nervo pode fazer com que este deixe de funcionar completamente.

Factores de risco

 

O Síndrome de Guillain-Barré pode afectar todos os grupos etários. Algumas pessoas de determinados grupos podem estar sob maior risco do que outras, as pessoas do sexo masculino e adultos mais velhos. Além disso, este síndrome pode ser desencadeado por:

 

 

  • Por uma infecção com a Campylobacter, um tipo de bactéria frequentemente encontrada em aves mal cozidas
  • Pneumonia
  • Cirurgia
  • Vírus Influenza
  • Vírus de Epstein-Barr
  • HIV, o vírus da Sida / Aids
  • Linfoma Hodgkin
  • Vacinas da gripe, a vacinação infantil
  • Anestesia e cirurgia

 

 

 

 

 

 

Os sintomas típicos:

  • Hipotensão ou baixo controle da pressão arterial
  • Perda de reflexos em braços e pernas
  • Pode começar simultaneamente nos braços e nas pernas 
  • Pode piorar de 24 a 72 horas
  • Pode ocorrer somente nos nervos cranianos (cabeça)
  • Pode começar nos braços e descer para as pernas
  • Pode começar nos pés e nas pernas e subir para os braços e a cabeça
  • Dormência
  • Em casos mais suaves, pode haver fraqueza em vez de paralisia
  • Alterações da sensibilidade
  • Sensibilidade ou dor muscular (pode ser cãimbra)
  • Movimentos descoordenados

Outros sintomas:

  • Descoordenação e quedas
  • Dificuldade na movimentação dos músculos faciais (rosto)
  • Contrações musculares
  • Palpitações (batimentos cardíacos)
  • Visão turva

Os sintomas do Síndrome de Guillain-Barré podem piorar muito rapidamente. Os sintomas mais graves podem demorar apenas algumas horas para aparecer, mas a fraqueza que aumenta ao longo de vários dias é habitual.

A fraqueza muscular ou a paralisia afecta ambos os lados do corpo. Na maioria dos casos, a fraqueza começa nas pernas e depois dirige-se para os braços.

Os pacientes podem notar formigamento, dores nos pés ou nas mãos e até descoordenação. Se a inflamação afectar os nervos do diafragma e do peito, e se também houver fraqueza nesses músculos, a pessoa poderá necessitar de assistência respiratória.

 

 Novamente uma pessoa ligada à área da saúde fala do perigo deste síndrome e suas causas. Por exemplo a vacinação.

Mais uma vez o perigo das vacinas.

 

Fontes:

Várias

https://as-medicinas-alternativas.blogs.sapo.pt/sindrome-de-guillain-barre-44824

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.